14 de dezembro de 2017, Vitória da Conquista - BA

“Formar profissionais generalistas com sólida formação técnica, científica, humanística e ética, orientada para a promoção da saúde com ênfase na prevenção de doenças bucais prevalentes; e conscientes da necessidade de educação continuada, interagindo com a população, capaz de alterar o perfil epidemiológico de saúde bucal da região, participando do sistema de saúde, com capacidade de liderança e sensibilidade social”.

“Capacitar os seus egressos a se tornarem agentes responsáveis pela promoção de mudanças no processo saúde doença, através de seus conhecimentos científicos, habilidades e atitudes relacionadas à consciência do seu papel social”.

considerar aspectos humanísticos e éticos em consonância com o seu preparo técnico-científico;
atender as necessidades dos vários ciclos vitais da sociedade – crianças, adolescentes, adultos, gestantes e idosos – em todos os níveis de prevenção, e no diagnóstico e tratamento das diversas patologias buco-dentais, respeitando o princípio de clínica integrada e ampliada;
participar de investigações científicas sobre saúde, doença e cuidado bucal, coletando e analisando dados para elaborar trabalhos acadêmicos e científicos que possam resultar em publicações e produção de conhecimento;
propor planos alternativos de tratamento, de acordo com a condição sócio-econômica do paciente, flexibilizando as possibilidades e fazendo o encaminhamento do paciente ao especialista, quando necessário;
construir projetos de intervenção na realidade em que se insere, articulando o conjunto de ações do modelo da vigilância à saúde, em diferentes espaços sociais, dentro e fora do setor saúde, consolidando a intersetorialidade;
fortalecer a ação educativa emancipadora em saúde, possibilitando o desenvolvimento de habilidades para o autocuidado, em indivíduos e comunidades, através do processo de ação-reflexão-ação;
planejar, administrar, avaliar e atuar em serviços de saúde, público e privados, mantendo uma prática profissional ética e socialmente comprometida;
trabalhar isoladamente ou em equipes multiprofissionais, demonstrando capacidade de liderança, com boa comunicação com os pacientes, auxiliares e comunidade;
estabelecer redes de diálogo e colaboração com outros núcleos de saber dentro do setor saúde, visando o atendimento integral e holístico do paciente, entendido como uma unidade biopsicossocial indissociável;
incorporar continuamente as novas tecnologias em suas atividades profissionais, de maneira crítica, percebendo a importância da educação permanente e continuada, bem como da investigação científica, tanto na sua formação, quanto na sua prática profissional.

O curso de Odontologia da FAINOR prepara profissionais da saúde, com capacidade crítica e reflexiva, habilitados para o cuidado da saúde bucal, com rigor técnico e científico, pautados em princípios éticos, legais e na compreensão da realidade social, cultural e econômica de seu meio.

A formação básica inclui componentes curriculares da área de saúde e Ciências Biológicas, como anatomia, patologia, fisiologia, histologia, microbiologia, imunologia e bioquímica. As matérias profissionalizantes incluem conteúdos de radiologia, materiais dentários, dentística, endodontia, periodontia, cirurgia e traumatologia, próteses, odontopediatria, ortodontia, entre outras.

O graduando começa a praticar confecção de restaurações e demais procedimentos em aulas práticas de laboratório, utilizando um manequim odontológico.

O caráter multidisciplinar do curso de Odontologia da FAINOR confere ao estudante amplo domínio da prática clínica, permitindo gerar e disseminar novos conhecimentos dentro da sua área de atuação.

O profissional estará apto a utilizar novas técnicas e materiais odontológicos, e capacitado a praticar a Odontologia, tanto em consultórios particulares como nas instituições públicas.

GYSELLE CYNTHIA SILVA MEIRELES

Coordenadora do curso de Odontologia da FAINOR:
Gyselle Cynthia Meireles

Telefone do Colegiado de Odontologia:
(77) 3161-1069

E-mail Institucional:
odontologia@fainor.com.br

Cuidar da saúde bucal, desde a mastigação até a estética é a função do profissional formado em Odontologia.

O dentista é o profissional responsável pelo tratamento e diagnóstico dos problemas bucais. Ele estuda dentes, gengivas, bochechas, lábios, língua e as diversas doenças que podem acontecer na arcada dentária.

Cabe a ele também extrair e restaurar dentes, planejar, diagnosticar, ajudar a construir e instalar aparelhos dentários, além de fazer limpeza profissional de dentes e gengiva, usando aparelhos específicos e substâncias tais como fluor e bicarbonato de sódio.

Uma curiosidade do curso de Odontologia que muita gente não sabe, é que ,além das suas atribuições tradicionais e bem conhecidas, os dentistas também podem ajudar outros profissionais de saúde, a exemplo da identificação, através do exame da boca, dos pacientes com doenças do sistema digestivo.

Ao final do curso, o graduado deverá(excluir) terá adquirido sólidos conhecimentos científicos e habilidades técnicas, assim como formação humanística, postura ética, responsabilidade social e consciência de permanente aprendizado, por meio da formação continuada, apto a contribuir para a melhoria da saúde bucal da população.

A Odontologia é um campo de trabalho que passa por um processo de reformulação nos últimos anos em virtude das exigências do mercado.

O aumento do poder aquisitivo da população impulsionou a procura por serviços antes considerados inatingíveis.

Pessoas de todas as classes sociais e econômicas buscam  o auxílio dos cirurgiões-dentistas não só para cuidar da saúde bucal, mas também por questões estéticas. E, com isso, cresce o número de clínicas odontológicas especializadas nesses serviços.

Áreas como implantodontia, estética, ortodontia, odontogeriatria, odontope-diatria, estomatologia e saúde coletiva estão em franca expansão.

O cirurgião-dentista tem competência para atuar nos âmbitos ambulatorial e hospitalar.  Na dimensão do serviço público, o profissional da Odontologia pode atuar diretamente na realização de procedimentos clínicos e preventivos, bem como na gestão do serviço, constituindo mais uma possibilidade de campo de trabalho para a profissão, somando esforços no Programa Saúde da Família e no núcleo de um programa governamental de proporção ainda maior, denominado Brasil Sorridente, iniciado no ano de 2002, disseminado em todo o território nacional.